Tuesday, November 8

Terça-feira da Semana XXXII do Tempo Comum



Reflexão
Os fariseus, isto é os crentes que se vangloriam dos próprios méritos, não passam de servos inúteis, aos olhos de Deus. À atitude mercantilista do próprio mérito, opõe Jesus a da amizade do serviço incondicional a Deus e aos irmãos. O autêntico discípulo de Cristo, não se serve, serve.
Para Deus não conta o sentido utilitarista da eficácia dos barómetros da nossa produtividade. O nosso gozo e a nossa glória estão em sermos fiéis servidores do próprio Cristo. Humildes servidores, mas não inúteis.

Wednesday, November 2

Comemoração de todos os fieis defuntos

Dia de Silêncio, Saudades, Esperança e Preces. Levamos flores aos túmulos. Elevamos ao céu muitas preces. Visitamos o cemitério. Certamente em todos esses gestos e devoções está presente a nossa fé na Ressurreição. As leituras de hoje lembram-nos a morte para nos fazer descobrir o sentido desta vida e a alegre verdade sobre a qual está fundamentada a nossa fé: a Ressurreição. Tertuliano dizia que a esperança cristã é a ressurreição dos mortos; tudo aquilo que somos, somo-lo na medida em que acreditamos na ressurreição.
Como dizia São Cipriano, o dia de Fiéis Defuntos não é dia de luto e de tristeza, mas é o dia de mais íntima comunhão com aqueles que não perdemos, porque simplesmente os mandámos à frente. É um dia de esperança porque sabemos que os nossos irmãos ressurgirão em Cristo para uma vida nova. É isto mesmo que acreditamos. É um dia de oração e de súplica por eles.

Friday, October 28

Festa de São Simão e São Judas, Apóstolos

Os apóstolos, que hoje celebramos, ocupam uma posição bastante discreta nos evangelhos. Simão é cognominado zelote por Lucas, talvez porque pertencia ao grupo antirromano dos zelotes. Mateus e Marcos qualificam-no como cananeu. O apóstolo Judas, cognominado Tadeu por Mateus e Marcos, é qualificado por Lucas como filho de Tiago e primo do Senhor. É este Judas que, na última ceia, diz a Jesus: Porque te hás-de manifestar a nós e não te manifestarás ao mundo? Uma das Cartas Católicas, na qual se previne os cristãos contra os falsos doutores que se haviam infiltrado nas comunidades, é-lhe atribuída. De acordo com uma tradição oriental, os dois apóstolos terão levado o Evangelho até ao Cáucaso, onde teriam sido martirizados. A sua festa, celebrada no Oriente desde o século VI, passou a ser celebrada em Roma no século IX.

Thursday, October 27

Pensamento do dia: 27-10-2016

A alegria evita mil males e prolonga a vida. (William Shakespeare)

Quinta-feira da Semana XXX do Tempo Comum



Reflexão
A lamentação de Jesus continua no tempo. Jerusalém é símbolo de cada pessoa humana, resgatada pelo sacrifício de Cristo. Cristo chora e lamenta que a cidade não se tenha convertido, perante a evidência da sua palavra e, sobretudo, dos seus sinais (milagres). A força e a fraqueza do amor de Deus ao homem, manifestou-se em Cristo, crucificado por amor do homem. Mas, amor com amor se paga. Que Deus não tenha que chorar cobre cada um de nós, os que vivemos no terceiro milénio.

Wednesday, October 26

Pensamento do dia: 26-10-2016

Sê fiel nas pequenas coisas porque é nelas que reside a tua força. (Madre Teresa de Calcutá)

Quarta-feira da Semana XXX do Tempo Comum


Liturgia da Palavra - http://www.dehonianos.pt/dia-liturgia/xxx-semana-quarta-feira-tempo-comum-anos-pares/?mc_id=942

Reflexão
Perguntar se são muitos os que se salvam, é uma pergunta feita nas escolas rabínicas de então, e repetida através dos séculos. A salvação, porém, não é monopólio de ninguém, é universal. Apenas ficam de fora do Reino os que não escutam a Palavra e nem a põem em prática. Outros virão e tomarão o seu lugar. Entretanto, Jesus vai avisando que a porta que dá para o reino é estreita e só por ela é que se poderá entrar.

Friday, October 21

Pensamento do dia: 21-10-2016

Para aquele que reza, todo o lugar se torna propício para a oração. (Orígenes)

Sexta-feira da Semana XXIX do Tempo Comum



Reflexão
O ritmo do tempo presente parece não dar sossego. É agitado. Rapidamente, tudo acontece, tudo se transforma. Até o clima, já não é o que era! Hoje, assistimos a um ritmo acelerado de mudança em todas as áreas: maneira de viver, ideologias, valores, política, tradições religiosas... Este tempo em que vivemos é um desafio a reflectir nas interpelações colocadas por Jesus Cristo, ontem e hoje. Temos a responsabilidade de saber discernir os sinais dos tempos para os iluminar com a luz do Evangelho.

Thursday, October 20

Quinta-feira da Semana XXIX do Tempo Comum



Reflexão
A paz tem um preço. O fogo é uma figura habitual na Bíblia, para exprimir o juízo de Deus que purifica o homem, como o ouro no crisol. Fogo que está já a actuar na comunidade dos crentes. O próprio Jesus é o primeiro a passar tal prova, pelo baptismo no Seu sangue. Esta situação conflituosa da luta entre o Bem e o Mal atinge o coração da família e de cada crente. Tal experiência já foi vivida pelos primeiros cristãos.
O seguimento do reino está por cima de todo o apego familiar ou material. Seguir Jesus como discípulo tem um preço que pode ser mesmo a própria vida. São as pequenas opções por Cristo, que nos levam à entrega total e sem condições.

Monday, October 17

Memória litúrgica de Santo Inácio de Antioquia



Santo Inácio de Antioquia, bispo e mártir
Inácio foi o sucessor de Pedro no governo da Igreja de Antioquia. Condenado às feras, foi conduzido a Roma e aí, no tempo do imperador Trajano, recebeu a gloriosa coroa do martírio, no ano 107. Durante a viagem escreveu sete cartas a várias Igrejas, nas quais se refere, com profunda sabedoria e erudição, a Cristo, à organização da Igreja e aos princípios fundamentais da vida cristã. A sua memória era celebrada neste dia, já no século IV, em Antioquia.

Friday, October 14

Sexta-feira da Semana XXVIII do Tempo Comum


Liturgia da Palavra - http://www.dehonianos.pt/dia-liturgia/xxviii-semana-sexta-feira-tempo-comum-anos-pares/?mc_id=919

Reflexão
Jesus adverte contra o farisaísmo hipócrita. O único temor aceitável é o daquele que pode condenar o homem todo. As ameaças e perseguições não são obstáculo, mas estímulo à difusão da Boa Nova. Contra o temor, o amor, e só o amor. O ódio do mundo é sinal de autenticidade dos que são Seus discípulos. O cristão que sabe ser fiel a Cristo, é profundamente incómodo para os que O renegam. Evite-se, com a prática da vida, dar à sociedade, a imagem dum Cristo deformado ou mutilado!

Thursday, October 13

Quinta-feira da Semana XXVIII do Tempo Comum


Liturgia da Palavra - http://www.dehonianos.pt/dia-liturgia/xxviii-semana-quinta-feira-tempo-comum-anos-pares/?mc_id=918

Reflexão
Possuidores da chave do saber religioso, os doutores da Lei fecham e não abrem a porta da salvação aos simples. Deus enviou-lhes profetas e apóstolos que, segundo a tradição os perseguem e matam. A Bíblia enumera 104 profetas, dos quais 49 não deixaram nome. Hoje como ontem, a vida dos profetas não é fácil e a sua missão é, muitas vezes, rejeitada. Até o mesmo Cristo foi eliminado por esses Doutores da Lei que, lamentavelmente continuam matando os esforços das almas simples que desejam viver a sua fé.

Wednesday, October 12

Quarta-feira da Semana XXVIII do Tempo Comum



Reflexão
Jesus interpela os fariseus porque se preocupam com minúcias e desprezam o principal. São escravos da vaidade e do orgulho, sepulcros caiados, repletos de hipocrisia e corrupção e, em vez de guias, converteram-se em ditadores da opressão. Jesus respeita a observância da Lei, mas diz que a primazia pertence à justiça e ao amor. Exemplo para os cristãos que devem libertar-se dos esquemas legalistas e procurar um clima filial de liberdade em Cristo. Para o cristão, a Lei é Cristo que se define por um total amor aos homens a quem fez irmãos.

Tuesday, October 11

Terça-feira da Semana XXVIII do Tempo Comum



Reflexão
Jesus não suporta a hipocrisia. Por isso, não se submete à prática pseudo-religiosa das abluções rituais, ditadas pelas tradições rabínicas. Jesus acusa-os de hipócritas, avarentos e intemperantes, fazendo-lhes ver a necessidade da conversão interior.
Os ritos têm a sua importância, mas não podem ser absolutizados. As atitudes pessoais do crente são o fundamento da comunhão do homem com Deus. A nova lei do crente é o mesmo Jesus em Pessoa. Ele é nova e única mediação libertadora.

Monday, October 10

Segunda-feira da Semana XXVIII do Tempo Comum



Reflexão
O sinal de Jonas era um sinal de penitência. Os que o seguiram fizeram penitência. Também Jesus nos pede penitência para nos aproximarmos do seu reino.
São Paulo recorda-nos o sinal da liberdade que Cristo nos obteve pela sua paixão e morte. Cada vez que participarmos na Santa Missa lembremo-nos o que custou ao Senhor a nossa libertação e façamos um propósito firme de não O ofendermos mais, pois voltaríamos a submeter-nos ao jugo da servidão.

Friday, October 7

Memória litúrgica de Nossa Senhora do Rosário



Nossa Senhora do Rosário
Esta comemoração foi instituída pelo Papa São Pio V no aniversário da vitória obtida pelos cristãos na batalha naval de Lepanto e atribuída ao auxílio da Santa Mãe de Deus, invocada com a oração do Rosário (1571). A celebração deste dia é um convite a todos os fiéis para que meditem os mistérios de Cristo, em companhia da Virgem Maria, que foi associada de modo muito especial à encarnação, à paixão e à ressurreição do Filho de Deus.

Thursday, October 6

Quinta-feira da Semana XXVII do Tempo Comum


Liturgia da Palavra - http://www.dehonianos.pt/dia-liturgia/xxvii-semana-quinta-feira-tempo-comum-anos-pares/?mc_id=912

Reflexão
As comparações de Jesus ilustram bem a Sua ideia quanto à necessidade, à perseverança e à eficácia da oração. Esta estará hoje numa situação de crise, tanto a nível individual como familiar e comunitária.
Que atitudes tomar? O desprezo, o descuido e o abandono são atitudes negativas; o amor, a estima e prática fiel e eficaz são atitudes positivas. É fundamental rezar, à medida e semelhança de Cristo. Oração pessoal e comunitária, na intimidade ou em grupo, no trabalho ou no recolhimento. Homem sem oração é um animal sem razão, diz São Filipe de Néri.

Tuesday, October 4

Memória litúrgica de São Francisco de Assis








Liturgia da Palavra - http://www.dehonianos.pt/dia-liturgia/xxvii-semana-terca-feira-tempo-comum-anos-pares/?mc_id=910

Reflexão
Pontos de Reflexão - Contemplação e acção caraterizam os grandes
Marta e Maria representam duas atitudes complementares de busca e de acolhimento do Reino de Deus. Maria aproveita a ocasião para escutar a palavra do Mestre, enquanto Marta se ocupa de servi-lo. Duas atitudes não contraditórias, mas complementares. É precisa a contemplação, mas não se pode descurar a ação. Sirva de exemplo Francisco de Assis, o santo de hoje. Despojado de tudo, abraça a pobreza do filho de Deus e deixa aos discípulos, um ideal, uma regra, um espírito e zelo apostólico, para renovar a sociedade.

Monday, October 3

Segunda-feira da Semana XXVII do Tempo Comum



Só quem ama é capaz de transmitir a vida
Jesus insiste nos verbos amar e viver. Não se trata tanto de saber muito, mas sim de amar muito e viver melhor. Amor espontâneo, desinteressado, terno e serviçal, pessoal e eficaz. Amar a Deus e ao próximo. O próximo é aquele que tem compaixão e trata os outros, como fez o bom samaritano para com o cidadão assaltado pelos ladrões. Tratou as suas feridas e pagou-lhe a hospitalização. Vai e faz tu o mesmo. O amor do Samaritano é a imagem perfeita do próprio Jesus. Quem não ama, permanece na morte, diz João evangelista. Só quem ama é capaz de dar vida ao que está morto. Sê o próximo dos irmãos, sobretudo dos que mais sofrem.